link voltar a UC.PT Universidade de Coimbra
Logo
OIPM - Observatório de Interações Planta-Medicamento
 OIPM - Observatório de Interações Planta-Medicamento   
ES
EN
PT
Observatório de Interações Planta-Medicamento - Glossário

Anafilaxia: É uma reação alérgica aguda, generalizada, potencialmente grave e ocasionalmente mortal que se verifica em pessoas que foram previamente sensibilizadas através da exposição a um alergénio e que entram em contacto direto com o mesmo alergénio uma vez mais. Exemplos: medicamentos, picadas de insetos, determinados alimentos e as injeções de imunoterapia alergénica.
Antagonismo: Ação contrária de duas substâncias que tendem a anular reciprocamente os seus efeitos.
Astenia: Diminuição das forças, enfraquecimento do estado geral. Enfraquecimento das funções de um órgão ou sistema.
Bilirrubina: Pigmento amarelo avermelhado presente na bílis, no soro sanguíneo e nas fezes. Confere à bílis hepática a sua cor amarelo-acastanhado. Na icterícia a sua taxa sanguínea aumenta consideravelmente, sendo também encontrada na urina.
Bílis: Líquido segregado pelas células hepáticas, que se deposita na vesícula biliar e é introduzido no duodeno pelo canal biliar. A bílis tem um papel importante na emulsificação, digestão e absorção de lípidos; entre outras atividades.
Biopsia: Colheita de fragmento de tecido ou de órgão, num indivíduo vivo, destinado a exame microscópico ou análise bioquímica.
Citocromo P 450: (pode ser abreviado para CYP450 ou CYP) Superfamília - extensa e diversificada - de enzimas presentes no nosso organismo (Intestino e fígado). Protagonizam grande parte das reações de biotransformação de fase I.
Citostático: Substância que pode bloquear a divisão celular, por um mecanismo variável, e provocar assim a morte da célula. Os citostáticos são usados no tratamento do cancro.
CYP: ver definição de Citocromo P 450.
CYP450: ver definição de Citocromo P 450.
Enzimas: Substância de natureza proteíca, que ativa uma reação química orgânica.
Farmacocinética: Estuda os processos de absorção, distribuição, biotransformação e excreção de fármacos.
Farmacodinâmica: Estuda as ações farmacológicas e os mecanismos pelos quais os fármacos atuam.
Hemangioma: Tumor benigno constituído por vasos neoformados e dilatados.
Hepatite: Qualquer afeção inflamatória do fígado
Hepatite tóxica: Lesão hepática causada pela inalação, ingestão ou administração parentérica de agentes farmacológicos, químicos (xenobióticos).
Hepatotoxicidade: Dano no fígado causado por substância(s) hepatotóxica(s).
Hepatotóxico: Substância com capacidade de induzir ação tóxica sobre o fígado.
Icterícia: Coloração amarela mais ou menos intensa dos tegumentos e das mucosas, devida à impregnação dos tecidos por pigmentos biliares.
Idiossincrático: Relativo à suscetibilidade particular de um indivíduo, em geral inata, para reagir a determinados fatores físicos ou químicos, e que se manifesta por uma reação que lembra alergia ou anafilaxia.
INR: (abreviatura de "International Normalized Ratio") Quantificação comparada da relação do tempo de protrombina (TP) de um individuo. O INR indica o que teria sido a relação do TP do doente se fosse medido usando o reagente primário de referência internacional da OMS. Usado como um padrão para a monitorização dos efeitos dos anticoagulantes.
Interações farmacocinéticas: são devidas a modificações produzidas por um fármaco desencadeante sobre os processos de absorção, distribuição, biotransformação e excreção de um outro fármaco, cujo efeito é modificado.
Interações farmacodinâmicas: são devidas a modificações na resposta do órgão efetor dando origem a fenómenos de sinergia, antagonismo ou potenciação. Estas interações podem-se verificar a nível dos recetores farmacológicos ou a nível de processos moleculares subsequentes à ativação dos recetores.
Intoxicação: Ação exercida por uma substância tóxica (um veneno) no organismo e o conjunto das perturbações daí resultantes. O seu sinónimo popular é envenenamento.
Isoenzima: Cada uma das diferentes formas, separáveis por eletroforese, sob as quais se encontra uma enzima no mesmo organismo.
Pigmento biliar: Qualquer pigmento que faz parte dos elementos constitutivos da bílis, sendo o principal deles a bilirrubina. Os pigmentos biliares estão também normalmente presentes no plasma, na urina e nas fezes.
Polimedicação: Administração de vários medicamentos ao mesmo doente; é mais frequente em idosos.
Prurido: Sensação de comichão cutânea, que pode ser devida a doença de pele ou afeção geral, ou não ter causa aparente.
Sinergia (farmacológica): Associação de um ou mais fármacos para potenciar uma mesma ação.
SNC: Sistema Nervoso Central
Tóxico: Que provoca intoxicação no organismo. Que contém veneno.
Xenobiótico: Substância estranha ao organismo vivo; podendo ou não ser tóxica (dependendo da natureza do xenobiótico, repectiva dose, e de fatores inerentes a cada indivíduo).



Absinto - Artemisia absinto
Absinto - Artemisia absinto


Compete QREN European Union